Atualizar Esta Página Webmail Enviar Para um Amigo
Buscar 
 OK 

Texto: Pro Tork / Fotos: Pro Tork



Chuva marca etapa do Pro Tork Catarinense de Cross Country em Blumenau

Para garantir a segurança dos participantes, organização reduziu extensão do circuito e tempo de baterias durante a segunda etapa da competição

A segunda etapa do Pro Tork Catarinense de Cross Country foi realizada nesse fim de semana, 14 e 15 de maio, em Blumenau, no Vale do Itajaí, e contou com a participação de 122 pilotos inscritos em oito categorias. A chuva que caiu na região durante os dois dias até chegou a ameaçar, mas não ofuscou o brilho das provas e muito menos esfriou os duelos na pista do Moto Clube Blumenau.

“Iniciamos a competição embaixo de muita chuva, mas, no domingo, o tempo se estabilizou e a etapa foi realizada sem qualquer problema”, avalia Edson Schlingmann, presidente do Moto Clube Blumenau. “As condições da pista, então, só exigiram mais perícia dos pilotos”, atribui o organizador.

Para garantir a segurança dos participantes, a organização da prova reduziu a extensão do circuito de 2.400 para 1.800 metros e diminuiu o tempo das provas. “As baterias de 20 minutos foram reduzidas para 10, e as baterias de 30 tiveram 15 minutos de duração”, explica Osmar Reinert, diretor da Federação Catarinense de Motociclismo (FCM). “Na tarde de domingo, o sol apareceu e as condições da pista proporcionaram disputadas equilibradas”, completa Reinert.

A terceira etapa do Catarinense de Cross Country 2011 está programada para ser realizada nos dias 4 e 5 de junho, em Gaspar.

Todos os resultados do evento, bem como fotos para download em alta resolução, estarão disponíveis em breve no site www.apuracaocross.com.br.

Confira os resultados:

Intermediária Nacional

1º) Alexandro Carvalho (São João Batista)
2º) Jonathan da Silva Teixeira (Botuverá)
3º) Daniel Muller Rossini (Balneário Camboriú)
4º) Rafael Mafra (São João Batista)
5º) Ruan Carlos Ferretti (Ilhota)

Intermediária Especial

1º) Jerônimo Barbieri Filho (Gaspar)
2º) Richard Sell (Rancho Queimado)
3º) Everton Soletti (Balneário Camboriú)
4º) Ricardo Anacleto Suavi (Guabiruba) 
5º) Ruan Carlos Lira (Brusque)

Street

1º) Agenor Varela (Itapema) 
2º) Deivison Vargas (São João Batista)
3º) Talison Luiz Felisbino (Guabiruba)
4º) Jonatan Zanca (Botuverá)
5º) Clayton Sborz (Blumenau)

XC3 Nacional e Especial

1º) Edson Halley (Blumenau) 
2º) Helcius Zimmermann (Brusque) 
3º) Leandro Lima (Itajaí)
4º) Osni Clemente Filho (Itajaí)
5º) Mirko dos Santos (Navegantes)

Nacional B 

1º) João Carlos Ferreti (Gaspar) 
2º) Fabio Lana (Brusque) 
3º) Agenor Varela (Itapema)
4º) Felipe Barg (Brusque)
5º) Fabrício Souza (São João Batista)

XC2

1º) Tiago Hort (Brusque) 
2º) Jerônimo Barbieri Filho (Gaspar)
3º) Osni Clemente Filho (Itajaí)
4º) Ricardo Anacleto Suavi (Guabiruba) 
5º) João Paulo Davila (Itapema)

Nacional A

1º) Alexandro Carvalho (São João Batista)
2º) João Carlos Ferreti (Gaspar) 
3º) Adilson Voigt (Schroeder)
4º) Alexandre Ferrette (Ilhota)
5º) Itamar Bourscheidt (Blumenau)

XC1

1º) Tiago Hort (Brusque)
2º) Ricardo Anacleto Suavi (Guabiruba)
3º) Gilmar Schwamberger (Brusque)
4º) Everton Soletti (Balneário Camboriú)
5º) Luciano de Oliveira (Jaraguá do Sul)

Sobre a Pro Tork - A Pro Tork é a maior fábrica de peças e acessórios para motocicletas da América Latina e hoje tem mais de 4.700 itens em seu catálogo. Localizada na cidade de Siqueira Campos, ao norte do estado do Paraná, a empresa negocia com todo o país, além de exportar seus produtos para a América Latina, Europa e Ásia. Sua história teve início em 1987 com a fabricação de escapamentos de forma artesanal. Graças à qualidade dos produtos e aos investimentos, a Pro Tork cresceu e hoje conta com mais de 3,5 mil colaboradores.

Pro Tork
E-mail: imprensa@protork.com 
Visite nossa sala de imprensa no site: www.protork.com